segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Polícia Civil, EU QUERO ELOGIAR,...

Em 1980, com muitos sonhos na bagagem e muita disposição, deixei meu querido Sertão e fui passar um período curto no Rio de Janeiro-Cidade Maravilhosa. Ali permaneci por vinte anos, muito aprendi, inclusive a ser cidadão. A Ditadura Militar estava se esmaecendo, mesmo assim o autoritarismo reinava, vi cenas desagradaveis, que jamais gostaria de ter presenciado. Lamentavelmente as cenas ridiculas continuam acontecendo em nosso querido Brasil. Muitas "autoridades" ainda não descobriram que sua principal função é manter a ordem e o bem estar na sociedade. Sexta-feira dia 12/02/2010, aproximadamente 13:00 hs. assisti uma cena no minimo humilhante. O veículo Toyota placa NQS 9670 e id 6066- Policia Civel de Senador Pompeu, estacionado no meio da rua(Av. Dr. Alfredo F. Franco), esquina do antigo mercado público em Piquet Carneiro. Um de seus ocupantes fez uma abordagem precipitada a uma pequena barraca de um feirante (camelô). Um casal opera aquele ponto diariamente, chegam antes das sete horas e só deixam o local após as 13 hs. Vamos ao fato, não pude ouvir o diálogo da abordagem, mas na sequencia a Sra. desmaiou e o policial saiu do local sem prestar socorro, falava com arrogancia e mostrava deselegancia em seu comportamento, a mesma foi socorrida por uma patrulha da policia militar. Ficando em observção na unidade de saúde local durante toda tarde. Em tempo o Senhor que a acompanhava é um cidadão, tentando sobreviver dignamente e apresenta uma deficiencia aparente. Mesmo assim foi tratado de uma maneira não usual em uma Democracia Participativa como é o nosso País. É lamentável, pois na época supra- citada ví muitos casos semelhantes acontecerem. Pensava eu que isso era coisa do passado, mas entendí agora que no Ceará ainda estamos em pleno autoritarismo mesquinho e rude. Deus nos Socorra e nos Guarde.
Obs. Sou um adimirador do trabalho decente realizado por qualquer policial, mas abuso de autoridade não dar mais pra suportar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário