sábado, 16 de outubro de 2010

Cicero Samuel


                                          Cícero Samuel
                                     José Rodrigues Vieira
Em 1936, a família Vieira, recebeu como dádiva divina mais um integrante, sendo esse o sétimo filho (vivo) do casal: Samuel Vieira de Sousa e Maria Rodrigues Vieira.
Cresceu e desenvolveu seus conhecimentos, naturalmente, no ambiente que vivia com seus pais e irmãos. Desde cedo, dedicou-se ao cuidado dos animais, tarefa difícil e muitas vezes preocupante para aquele menino, que por necessidade, passou a desenvolver métodos próprios de manejo e cuidados preventivos, bem como tratamento sintomático para as doenças mais comuns que, afetavam a criação .
Não tendo acesso ao conhecimento científico,  que a época era deveras escasso, desenvolveu habilidades e aprendeu praticando, todo conhecimento necessário ao bom desempenho em sua missão. Missão essa que cumpriu fielmente com zelo e dedicação, não só enquanto agricultor residente com seus pais, mais estendeu  e aprimorou suas habilidades, servindo a comunidade de criadores da região, com afinco e dedicação em tempo integral, por toda sua vida. Tinha um verdadeiro sentimento de respeito pela natureza, principalmente no que se refere a fauna, nativa ou domesticada. Cidadão exemplar, cumpridor de suas obrigações civis e sociais. Como filho, sempre buscou obedecer e ouvir os ensinamentos dos pais. Sendo um dedicado e atento discípulo dos que tinham conhecimento e capacidade de dar bons conselhos. Mesmo exercendo sua “missão” de cuidar dos animais,  trabalho que o afastava do convívio familiar. Sempre foi dedicado e  atencioso com os filhos, resolvia os empecilhos que por ventura aparecesse com diálogo franco e com muita calma.
Nos poucos anos que esteve entre nós, cultivou boas e sinceras amizades, que perduram ainda hoje, premiando  seus descendentes e amigos que ainda o lembram com admiração e saudades. Saudades do homem, simples, dedicado, tranqüilo. Conhecido como o “vaqueiro” mais cuidadoso e conhecedor dos animais em qualquer estágio de suas vidas.
 Escrever sobre esse homem, é algo  apaixonante, porém difícil, mesmo conhecendo e, sendo seu discípulo, herdeiro, admirador, seguidor e propagador de seus ensinamentos.



                                                                          Jocicler Vieira

3 comentários:

  1. Texto elaborado em 03 de setembro de 2010, a pedido da professora Jessineide. Para uso em homenagens prestadas a pessoas da comunidade, no dia 07 de setembro.

    ResponderExcluir
  2. Com certeza esta foi uma bela homenagem.

    ResponderExcluir
  3. Faz Jus a Homenagem, não o conheci, no entanto sinto o orgulho por saber que na minha Família tem e continuará tendo grandes homens e mulheres de qualidades explendidadas tanto para si como para os outros, digo novamente, não o conheci, mas sempre que alguém em Piquet Carneiro me pergunta de quem sou filho e digo que sou filho do Josafá, e muitos que perguntam tem admiração pela a familia, e aqueles que não conhece meu pai, falo que sou neto do Sr. Zé Samuel irmão de Cicero Samuel, logo todos já fazem alusão e creditam grande elogios a essas duas figuras exemplares de homens, de cidadãos e de vaqueiros honrados, que consequentemente a isso fico muito feliz, mais muito feliz por fazer parte dessa grande FAMÍLIA de pessoas simples, educadas, criadas arduamente no campo, das caatigas e na roça, que mais tarde veio a muitos lograrem para a cidade. Ao fim, digo que sou muito coerente e grato por ter e fazer parte de uma FAMÍLIA humilde, uma FAMÍLIA de fibra moral.

    A você meu querido Amigo Jocicler,muito feliz a sua homenagem. PARABÉNS.

    ResponderExcluir