sábado, 26 de julho de 2014

Decisões

As decisões nem sempre são fáceis. Desde a infância precisamos fazer escolhas, e algumas são difíceis de administrar. O mundo nos impõe caminhos, que depois se repetem e nos obrigam  tomar novas decisões. Há treze anos sou usuário desse meio de comunicação super moderno conhecido como internet. Em 2001 começamos acessar com um discador IG, um sucesso. Podíamos usar pagando apenas um pulso por acesso aos sábados após 13 hs. até segunda 5:59. O sistema caia várias vezes, mas era emocionante ouvir o sinal de conexão. Nos dias da semana, acesso só após meia noite. Amigos convidaram-me para participar do Orkut, rede social indispensável para quem quisesse ficar em contato com os amigos. MSN, comunicação rápida e econômica, permitindo som e imagem. Tudo maravilhoso. Os dias passaram e o MSN foi embora. Recebi comunicado do Orkut, que o mesmo deixará de existir nos próximos dias. Tão jovem ainda... ... É, a vida é assim mesmo, uns partem jovens, outros permanecem até a idade adulta. Uns vão e voltam. Outros apenas vão, e nunca mais temos noticias dos mesmos, e quando recebemos alguma informação, apenas aumenta a saudade de momentos compartilhados em um passado, as vezes não muito distante. Algumas lembranças são necessárias para vivermos melhor, e outras totalmente descartáveis. Hoje, fiz o que vários amigos já fizeram. Não sou de imitar ninguém, mas há decisões que são necessárias. Após ver e rever meu Orkut, (senti-me abandonado) conclui que a maioria de meus amigos já foram embora. As comunidades que participei estão em ruínas, e isso é o mesmo que você imaginar São Paulo, (terra da Garoa) sem água. É impossível admitir. Seca só no Nordeste. Na internet também não é admissível a solidão. Para encerrar essa reflexão sentimental... Admito: Apaguei, exclui, deletei... Meu Orkut. Já estou com saudades. Foi bom (ótimo) enquanto durou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário